OS Consultoria - (17) 3013-4898/3305-4898 - São José do Rio Preto/SP

Gestão Empresarial

  

De nada adianta termos acesso a softwares de última geração, máquinas

ultramodernas e uma quantidade enorme de informações, se não soubermos

estabelecer uma boa gestão empresarial.


Entende-se como Gestão e Organização Empresarial todo o processo de

organizar gerir a empresa, principalmente da "porta para dentro".


A gestão empresarial é um modelo de trabalho, orientado por uma política de

valores capaz de planejar, alocar e gerir recursos, ações, iniciativas, princípios, 

e estratégias, procurando viabilizar o alcance dos objetivos propostos por uma

organização (empresa). 


Nosso portfólio de Serviços em Gestão Empresarial é definido de acordo com

a sua necessidade.



 

1. Plano de Negócios


Quando há intenção de se iniciar um negócio, mas também pode ser utilizado como ferramenta de gestão. Pode ser uma representação do modelo de negócios a ser seguido. Reúne informações tabulares e escritas de como o negócio é ou deverá ser. 


2.Diagnóstico Empresarial


Assim como na vida pessoal, na vida empresarial é indispensável que, anualmente, façamos um check-up. O diagnóstico é um instrumento para levantar todos os aspectos da empresa, vendas, estoques, processos produtivos, estrutura de custos, ações de marketing, posicionamento mercadológico, posições financeiras. Esses levantamentos e avaliações devem compor uma série histórica para comparativo interno, com os dados anteriores da empresa, e externo, dentro do setor onde ela atua. Seu principal objetivo é identificar, através de questionamentos objetivos, dificuldades e oportunidades para que a empresa possa crescer e desenvolver, quando ela está equilibrada ou, recuperar-se e equilibrar-se, quando está com déficit, seja ele financeiro, de lucratividade ou ainda ambos.


3. Planejamento Estratégico


O planejamento estratégico é uma poderosa ferramenta que orienta, principalmente, o futuro da empresa em relação ao médio e longo prazo mas, atua também no presente. Consiste em saber o que e o como deve ser executado para que os objetivos sejam alcançados. 


Etapas do planejamento estratégico


- Definição de valores da empresa, como a  visão e missão;

- Análise do ambiente externo, as oportunidades e ameaças para a empresa;

- Análise do ambiente interno, mais concretamente as forças e fraquezas da empresa;

-Análise do contexto atual da empresa através da análise SWOT - Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças);

- Definição de objetivos e metas, ou seja, o que a empresa pretende alcançar. Onde e quando pretende chegar. É importante saber identificar o público-alvo de cada ação e cada objetivo.

- Formulação e Implementação da estratégia, onde se escolhe o plano para alcançar as metas e objetivos definidos previamente. Na formulação das estratégias, é importante verificar os recursos disponíveis para a implementação da estratégia, e definir quais recursos se aplicam mais adequadamente à estratégia escolhida.

- Obtenção do feedback e controle, onde os responsáveis verificam os resultados do planejamento estratégico.


4. Mapeamento de Processos

 

Mapeamento de processos é uma forma de organização e controle de todos os passos-chave do funcionamento de uma empresa.

Mapear os processos de sua empresa de maneira organizada e eficaz é importantíssimo para a estrutura organizacional e uma melhor gestão empresarial. Com ele você poderá descobrir novos insights para o amadurecimento e evolução do seu negócio através de análises que irão identificar priorizar e entender problemas.

 

5 passos do Mapeamento de Processos:

- Identificação e priorização de problemas

- Análise dos problemas e suas causas

- Definição dos processos chave

- Mapeamento dos processos

- Gestão de desempenho dos processos

 

Tais análises são fundamentais para programar novos processos chave para o seu sucesso.

 

5. Indicadores de Desempenho


Os indicadores são instrumentos de gestão essenciais nas atividades de monitoramento e avaliação das organizações, assim como seus projetos, programas e políticas, pois permitem acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, melhorias de qualidade, correção de problemas, necessidades de mudança etc.

 

Pode-se dizer que os indicadores possuem, minimamente, duas funções básicas:

◦        a primeira é descrever por meio da geração de informações o estado real dos acontecimentos e o seu comportamento;

◦        a segunda é de caráter valorativo que consiste em analisar as informações presentes com base nas anteriores de forma a realizar proposições valorativas.


 


As informações acima vão de encontro as suas necessidades?!


Conheça os mercados atendidos através do nosso portfólio ou entre em contato conosco!